terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Laugh Out Loud

Juro que não sei o que se passa comigo, ultimamente há dias em que não consigo conter o riso, riu de tudo e mais alguma coisa.

Fico doida comigo mesma e com a minha felicidade...mas juro, juro mesmo, que não consigo simplesmente não rir!

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

those winter days

Hoje saí de casa apressadamente a pensar: nem pensar em chegar atrasada a Matemática! (dito e feito, não cheguei!), mas mal passei o vão-de-porta a espinha mirrou, os ossos latejaram, um ventinho entranhou-se em todos os pequenos poros da minha pele sensível - chicken time (pele-de-galinha) - mas não, não podia voltar para trás (algo do qual me arrependi o resto do dia...).

Sabem o que é morrer de frio, mas (praticamente) literalmente? Fui eu o dia todo, para quem não sabe é algo a não experimentar, que continuem na ignorância e agasalhem-se!

No caminho de volta a casa até direito a chuva tive, contudo não apenas chuva: chuva + VENTO! ODEIO VENTO! Óbvio que fiquei encharcada...e todos aqueles dramas femininos de cabelo pastoso, nojento, ranho que nunca mais acaba, duplamente nojento, frieiras e, claro, não podia faltar o fiel guarda-chuva sempre a virar e atrapalhar a minha performance, enquanto modelo urbano.

Bem, finalmente em casa, nada que um bom banho e uma chávena de chá quentinho não resolvam!

E vocês também partilham desta minha frustração nestes dias de frio + chuva + VENTO? E a chegada a casa nestes dias invernosos também é tão reconfortante?